sexta-feira, 3 de junho de 2011

Curiosidades


Quatro sensações primárias do paladar e localização
dos receptores para cada uma delas.
Doce/ salgado/ azedo /amargo
Quinto sabor: UMAMI
Língua possui papilas gustativas de dois tipos
(caliciformes e fungiformes)
Papilas possuem corpúsculos gustativos que são os responsáveis
pela detecção do sabor.
Canais e receptores acoplados a proteína G que são responsáveis
pela percepção de sabor.
UMAMI
“gostoso sabor”
Sal glutamato (Ajinomoto)

 
2 – Feromônios
São substâncias que produzem excitação.
Existe um tipo de borboleta, cujo macho pode captar o odor da fêmea à surpreendente distância de 5 quilômetros(só não lembro a espécie).
Os gregos tinham uma palavra para isso:
Só a partir da década de 1950 foi cunhado o termo "feromônio" para descrever essas substâncias químicas que são o grande ativador sexual para muitos insetos.
Feromônio vem das palavras gregas phero - que quer dizer "transportar", "carrear"- e "(hor)mônio", combinadas. Podemos traduzir "feromônio", de forma mais expressiva, como "transportador de excitação".
Como os hormônios, os feromônios são mensageiros químicos mas, em vez de transportar informação dentro de um indivíduo, eles transportam as informações entre indivíduos de mesma espécie.


RECEPTORES
Uma característica especial dos receptores é o fato de que, após determinado período de tempo, eles se adaptam total ou parcialmente aos estímulos a que são sensíveis. Por isso, quando um estímulo sensorial é aplicado, os receptores respondem, inicialmente com uma freqüência de impulsos muito alta; com o passar do tempo, há queda progressiva da freqüência de resposta, até que , finalmente, muitos deles deixam de responder.
ADAPTAÇÃO LENTA: Os receptores de adaptação lenta são os que, enquanto o estímulo estiver presente, continuam a transmitir impulsos para o cérebro. Por isso eles mantêm o cérebro constantemente informado sobre a situação corporal e sua relação com o meio ambiente. Esse mecanismo permite que se obtenha uma idéia do tempo de duração do estímulo.
ADAPTAÇÃO RÁPIDA: Os receptores que se adaptam de forma rápida reagem fortemente enquanto uma mudança está, na verdade, começando a se desenvolver. Eles só são estimulados quando ocorrem alterações na potência do estímulo. Assim, no caso do corpúsculo de Paccini, uma pressão súbita aplicada sobre a pele excita esse receptor por alguns milissegundos e em seguida, essa excitação acaba, mesmo que a pressão continue. No entanto, esse receptor é capaz de transmitir novamente o sinal quando a pressão é liberada.
Todos os receptores sensoriais têm uma característica em comum: qualquer que seja o tipo de estímulo que excita o receptor, seu efeito imediato é o de criar um potencial na membrana do próprio receptor - o potencial de receptor. Vale citar que cada estímulo é específico para um dado tipo de receptor.
Quando o potencial do receptor atinge um valor acima do limiar de disparo para a fibra nervosa correspondente a esse receptor, tem início o aparecimento de potenciais de ação.
Estes potenciais de ação são enviados para o cérebro, onde atuarão em regiões específicas, determinando o envio de respostas ao estímulo.
A função de intensidade das fibras aferentes primárias descreve a relação existente entre a intensidade do estímulo e a taxa ou o número de potenciais de ação disparados.
Os neurônios receptores decodificam a intensidade do estímulo através da freqüência com que os potenciais de ação são gerados. Assim, estímulos muito fortes evocam grandes potenciais de receptor, que, quando atingem o limiar de excitação, geram potenciais de ação com uma freqüência muito grande.
Além disso, a intensidade do estímulo também pode ser decodificada segundo o tamanho da população de receptores para o dado estímulo. Sendo assim, estímulos fortes acionam um grande número de neurônios receptores

Nenhum comentário:

Postar um comentário